Pacu e Tambaqui

Pacu e tambaqui

Em condições naturais, o pacu e o tambaqui são onívoros, ingerem frutos e sementes; já nos cativeiros, aceitam bem rações balanceadas

Entre as espécies nativas adequadas à pesca esportiva, o pacu e o tambaqui apresentam maior potencial para a piscicultura, pois são peixes brigadores. Inclusive, já existe o hábito de pescá-los nos locais de origem, onde são consumidos em larga escala. Em condições naturais, eles são onívoros, ingerem frutos, sementes e insetos que caem na água. Já nos cativeiros, aceitam bem rações balanceadas, com suas exigências nutricionais já muito bem estabelecidas. São espécies de desova total, com reprodução uma vez por ano, na época das chuvas, coincidindo com o período de elevação da temperatura.

O pacu e o tambaqui pertecem à família Characidae. Ambos são espécies nativas muito estudadas e apreciadas no Brasil. Ocorrem essencialmente em águas tropicais; o tambaqui é encontrado na Bacia do Rio Amazonas e o pacu, pelos rios que compõem a Bacia do Prata.

SAIBA MAIS: http://www.cpt.com.br/noticias/pacu-e-tambaqui-caracteristicas